Reconstrução das Mamas

O QUE É

A mama é uma parte do corpo feminino de extrema importância para a mulher. Com isso, algumas têm sua autoestima abalada após passarem pelo câncer na região, pois na maioria das vezes retira-se parte ou todo o seio (mastectomia) para cura e tratamento da doença. Dessa forma, a cirurgia plástica é reparadora e consiste na reconstrução de seu contorno corporal por etapas, a fim de obter um resultado natural.

 

PROCEDIMENTO CIRÚRGICO

O procedimento cirúrgico para reconstrução parcial ou completa da mama pode ser realizada com anestesia geral, variando de acordo com o caso e a técnica a ser utilizada, pois existe mais de uma disponível na área da cirurgia plástica:

  • Inclusão de implante: Preenchidos com solução salina ou silicone;
  • Reconstrução autóloga: Uso de tecido natural, transplantado de outra parte de seu corpo como costas, abdômen, entre outras;
  • Combinação de ambas as técnicas.

Quando o novo seio estiver estruturado, com sua forma e tamanho, inicia-se uma nova etapa que é a simetrização da mama contralateral que não foi acometido pelo câncer. Por fim, é realizada a reconstrução do mamilo e aréola que foram retirados durante a mastectomia. Para isso é possível utilizar parte do mamilo do antigo seio e anexá-lo à nova mama. Para a reconstrução da aréola pode-se optar pela técnica de tatuagem sobre a pele ou pela enxertia de pele da virilha, devido ao tom de pele semelhante entre as regiões.

 

ORIENTAÇÕES PÓS-OPERATÓRIO

Os cuidados pós-operatórios são os mesmos indicados para a mamoplastia de aumento ou redutora, já que ambas são realizadas na região da mama. Portanto, nos primeiros dias, serão usados pedaços de gazes sobre as incisões e o repouso relativo é obrigatório, evitando o máximo esforço ou movimento repetitivo com os braços. Para sustentar a mama reconstruída e minimizar o inchaço, uma bandagem elástica ou sutiã apropriado deverão ser usados até a orientação médica. E, devido à dor e desconforto é recomendável que a paciente deite-se de barriga para cima, evitando ficar de bruços.