Mamoplastia Redutora

O QUE É

A mamoplastia redutora conhecida também como cirurgia de redução de mama é um procedimento que diminui o volume da mama, removendo o excesso de gordura, tecido glandular e pele dos seios. Nesta mesma técnica também é possível melhorar a forma da mama, além de reposicionar ou redimensionar a aréola e o mamilo. Essa cirurgia plástica é altamente procurada pelas pessoas que possuem grandes seios, pois o peso mamário contribui para o desconforto, dores nas costas e na coluna. A hipertrofia das mamas também pode influenciar negativamente na autoimagem e em sua capacidade de praticar atividades físicas.

 

PROCEDIMENTO CIRÚRGICO

A cirurgia plástica para reduzir o tamanho da mama demora cerca de três a cinco horas, e conta com anestesia geral. Ela é realizada por meio de incisões nos seios que facilitarão a remoção do excesso de gordura, pele e tecido glândular. Atualmente, existem três possibilidades de incisão a serem utilizadas de acordo com cada caso, levando em consideração fatores como: particularidades anatômicas, quantidade de redução desejada, composição da mama, quantidade de redução desejada, suas preferências pessoais e aconselhamento do cirurgião.

  • Incisão circular ao redor da aréola;
  • Incisão em formato de “fechadura”, “forma de raquete”: Além da incisão em torno da aréola, existe outra que se localiza verticalmente, para baixo, até o sulco do seio;
  • Incisão em forma de “T invertido”, “âncora”.

O mamilo que fica preso à pele subjacente será reposicionado enquanto a aréola poderá ser reduzida, se necessário. O tecido mamário subjacente é reduzido, levantado e modelado. É preciso informar que em casos mais severos, como por exemplo em mamas extremamente volumosas e pendentes (gigantomastia), os mamilos e as aréolas serão removidos e transplantados para uma posição mais alta na mama mantendo a estética.

 

ORIENTAÇÕES PÓS-OPERATÓRIO

Após o procedimento cirúrgico, é recomendado que o paciente tenha no mínimo duas semanas de repouso relativo, tendo em vista que os exercícios físicos só poderão ser retomados após um mês, seguindo as orientações da Dra Letícia. Já para minimizar os possíveis e esperados inchaços e hematomas, auxiliando também na sustentação, bandagem elástica ou sutiã pós-cirúrgico deverão ser usados por um período médio de um mês, sendo retirado apenas para tomar banho. Os curativos deverão ser trocados diariamente e, o resultado final se dá entre oito meses a um ano.